domingo, 31 de janeiro de 2016

Em sua campanha silenciosa o Detetive Milton Silveira (SP) vai ganhando adeptos Brasil a fora.

A Comissão Nacional Pró Regulamentação da Profissão de Detetive Privado no Brasil publica a campanha do Detetive Milton Silveira em prol da categoria.
SE VOCÊ VAI ADERIR A ESTA CAMPANHA E "VESTIR A CAMISA", ENTÃO COMPARTILHE, POIS SOMENTE UNIDOS CHEGAREMOS A UM ÚNICO IDEAL COM A CLASSE MORALIZADA COM ÉTICA E PROFISSIONALISMO, POIS NÃO ADIANTA SOMENTE A LEI SER APROVADA E NÃO ABOLIRMOS OS PILANTRAS DE PLANTÃO, SOMENTE SERVIRÁ PARA SE MAQUIAREM ATRÁS DA REGULAMENTAÇÃO.

ACESSE NOSSA PÁGINA NO FACEBOOK: CLIQUE AQUI

ACESSE NOSSA SEGUNDA PÁGINA NO FACEBOOK: CLIQUE AQUI 

segunda-feira, 25 de janeiro de 2016

A presidência do Conselho dos Detetives Particulares do Estado de São Paulo encaminha ofício e ata à Comissão Nacional Pró Regulamentação da Profissão de Detetive Privado.

Detetive André Luís Presidente do Conselho dos Detetives Particulares 
do Estado de São Paulo


"A presidência do Conselho dos Detetives Particulares do Estado de São Paulo, entidade associativa privada fundada em 1999, em face da repercussão da internação do vice-presidente Luiz Carlos Henrique de Vargas no HC de Porto Alegre, e cujo quadro de saúde é muito delicado, auscultando o sentimento de seus diretores, conselheiros e afiliados externa sua solidariedade aos companheiros de carreira, amigos e familiares do querido Detetive Rike Vargas com fé de que sua saúde será restabelecida. Registro feito em Ata da reunião ordinária realizada no último dia 22".

Atenciosamente,


ELIELSON E. DA SILVA
Diretor Secretário do CDP/SP




sábado, 23 de janeiro de 2016

CEARÁ: EVENTO NA CÂMARA DE VEREADORES DE MARACANAÚ REÚNE DETETIVES PRIVADOS E AUTORIDADES.



Na foto: Diretor do DIC  Antonio Emerson Bezerra Barros, O deputado estadual capitão Wagner Sousa, 
O vereador Nilson Nogueira e Presidente do Instituto Federal de Inteligência Civil - IFIC Willian Braga Magalhães Lima.
MOMENTO DA ENTREGA DOS DIPLOMAS DE HONRA AO MÉRITO

O Instituto Federal de Inteligência Civil , realizou no dia 22 de janeiro de 2016 em parceria com o DIC - Departamento de Investigação Civil que foi representando pelo Sr. Antonio Emerson Bezerra Barros, a 1º Conferência dos Agentes de Inteligência Civil do Estado do Ceará, realizado na Câmara Municipal de Maracanaú (PLENÁRIO WILSON CARMUÇA).

O evento teve o apoio incondicional do legislativo municipal e estadual.

Foi o primeiro grande encontro promovido pelos profissionais da inteligência civil, no estado do Ceará, reuniu a categoria com o objetivo de mostrar o que estar por vir para a categoria quando se regulamentar a profissão.

Participaram deste evento:

O deputado estadual Capitão Wagner Sousa

O vereador Nilson Nogueira

O fundador da Escola Técnica de Maracanaú pastor Evaldo Dantas de Castro 

O advogado representando a OAB Dr. Francisco Wisney Pinheiro 

O presidente da radio Cantares FM Elísio Sanch Pereira Rocha 

Presidente do Núcleo de Assistência médica do Maracanaú - Maria Rosa de Mesquita Dantas, sra. Ocelia Soares de Sousa Pinheiro 

Presidente do Instituto Federal de Inteligência Civil - IFIC Willian Braga Magalhães Lima

Presidente do departamento de investigação civil - DIC Antonio Emerson Bezerra Barros

Presidente CONAIPE - CONVENÇÃO NACIONAL E INTERNACIONAL DE PASTORES EVANGELÍCOS Bispo Joael Alexandre dos Santos filho

Na ocasião de enceramento o presidente da CONAIPE Bispo Joael Alexandre agraciou à todos com certificado de participação e de honra ao mérito em nome da categoria.

domingo, 10 de janeiro de 2016

Detetive Rike Vargas está na CTI do Hospital de Clínicas de Porto Alegre

Detetive Rike Vargas vice presidente da Comissão Nacional 
Pró Regulamentação da Profissão de Detetive Particular
Caros amigos Detetives do Brasil.
Nosso vice presidente da Comissão Nacional Pró Regulamentação da Profissão de Detetive Particular HENRIQUE VARGAS (Rike Vargas) está na CTI do Hospital de Clínicas de Porto Alegre.
Sua situação requer muitos cuidados e esperança.
Amanhã farei uma visita a ele e repassarei a real situação do nosso querido "Coyote".
Atenciosamente.
Itacir Flores
Presidente

sábado, 12 de dezembro de 2015

DETETIVES BRASILIENSES DISCUTEM SOBRE OS RUMOS DA PROFISSÃO DE DETETIVE PARTICULAR DEPOIS DA APROVAÇÃO DA PLC 106/14 E FESTEJARAM O NATAL ANTECIPADAMENTE.

Detetives Morais, Keila, Lume, Miranda, Sabrina, Joares, Guedes, Arnold, Ferreira, Tatiana, Teles e Barros.

Com a seriedade peculiar do Detetive Arnold, a reunião do dia de hoje (12/12/15) começou na sala de reuniões onde foi explanando sobre a PLC 106/14, sua tramitação e sua situação legislativa, pois está em fase final para aprovação no Senado Federal, além de falar sobre o futuro da profissão depois de aprovada e sancionada a Lei que regulamentará a profissão de Detetive Particular no Brasil, Contratos com clientes, formação de novos profissionais, dentre outros assuntos.

Depois da reunião foram degustar um saboroso almoço regado com muita amizade, paz e positividade.

Agora há pouco, depois do evento, conversei por telefone com Arnold o qual me disse: "Nós aqui em Brasília somos um grupo que a cada dia buscamos mais colegas para se integrar, dentro da visão que somente juntos e unidos poderemos fazer da profissão uma grande possibilidade de sucesso. Prego diariamente no nosso grupo do whatsapp, para nos atualizarmos afim de melhor atendermos nossos clientes".

A Comissão Pró Regulamentação da Profissão de Detetive Particular no Brasil, deixa aqui seu posicionamento de admiração pelo grupo do Distrito Federal, hoje sob o comando do amigo Arnold. 

Vamos seguir em frente para termos um futuro melhor para todos.


Momentos de descontração dos detetives do Distrito Federal - Brasília


DETETIVES DE PERNAMBUCO SE REÚNEM PARA BRINDAR O FINAL O ANO 2015 E DISCUTIREM A REGULAMENTAÇÃO DA PROFISSÃO

ENCONTRO DE DETETIVES DE PERNAMBUCO
Este dia 12 de dezembro de 2015 foi especial para um grupo de Detetives de Pernambuco, que capitaneado pelo Detetive Fred Correa, se reuniram em uma churrascaria de Recife para festejarem as vitórias de 2015 e discutirem a regulamentação da profissão de Detetive Particular no Brasil.

A Comissão Nacional parabeniza os Detetives Fred e Lucélia pela iniciativa e manda um abraço especial à todos do grupo que buscam a cada momento melhorar a profissão.

"Que venha 2016, pois será o ano em que a profissão terá seu espaço no contexto da sociedade brasileira e a respeitabilidade das autoridades do país", disse o detetive Fred Correa no ENCONTRO DE DETETIVES DE PERNAMBUCO


Mais fotos:


 Detetives Fred Correa e esposa Lucélia

 Detetive Fred Correa discutindo a profissão com alguns detetives.


quinta-feira, 10 de dezembro de 2015

REGULAMENTAÇÃO PROFISSÃO DE DETETIVE: QUASE CHEGANDO LÁ ... PLC 106/14 - JÁ.

Ex-senador pelo Maranhão Chiquinho Escórcio, O presidente da Comissão Nacional Pró Regulamentação 
e o dr. Efraim Batista de Souza Neto.


Aproveitando a oportunidade que tive de ir a Brasília a serviço, tirei um tempo para fazer uma visita ao ex-senador e deputado do Maranhão Chiquinho Escórcio para tratar sobre a regulamentação da profissão que está prestes a ser votada no Senado Federal.
A reunião se deu no 4º andar do Palácio do Planalto, em uma das salas do gabinete do Ministro Berzoini da nova Secretaria de Governo.
O Secretário executivo adjunto dr. Efraim Batista de Souza Neto afirmou apoio a regulamentação da profissão e se colocou a disposição junto com Chiquinho Escórcio para agilizar o tramite após a aprovação no Senado Federal para que seja sancionada a lei o mais rápido possível. 
O dr. Efraim nos consultou se a comissão mobilizaria de 250 a 300 detetives onde seria feito um ato no Palácio do Planalto no dia em que for sancionada a lei, o meu posicionamento foi de que faremos um grande ato e não mediríamos esforços para conclamar a categoria para comparecer na data a ser marcada.
Desta forma estamos em tratativas e precisamos nos mobilizar para a Batalha Final em prol da categoria.
Estivemos, eu e Arnold, também no gabinete do senador Humberto Costa entre outros contatos que o tempo deixou fazer.


quinta-feira, 3 de dezembro de 2015

DETETIVES DO CEARÁ SE REÚNEM PARA DISCUTIREM A PROFISSÃO DE DETETIVE PARTICULAR

Em pé da esquerda para a direita: Detetives S. Costa, Glaucivania, Silvio, Egmont Sousa, Danilo, Pontes, Jô e Azevedo. 
Sentados: Alexandre, Barros, Márcio Costa. A foto mandada pelo Detetive Emerson Barros do Ceará.
E o movimento pró regulamentação da profissão de Detetive Particular é assunto entre um grupo de colegas do Ceará. 
A Comissão parabeniza iniciativas como esta que motivam o crescimento dos colegas.
Faça como Emersom Barros do Ceará, nos mande fotos com relato sobre reuniões que acontecem nos estados brasileiros que publicaremos.

domingo, 29 de novembro de 2015

PRESIDENTE DA COMISSÃO NACIONAL PRÓ REGULAMENTAÇÃO DA PROFISSÃO DE DETETIVE É HOMENAGEADO EM MOGI GUAÇU - SÃO PAULO.

Na mesa secretário Elielson e presidente do conselho André Luís. Na tribuna o presidente da Comissão Itacir Flores
O Conselho dos Detetives Particulares do Estado de São Paulo, realizou no dia 27 de novembro sua reunião ordinária onde foram tratados diversos assuntos, dentre eles o deferimento de novos matriculados e a homenagem ao Presidente da Comissão Nacional Pró Regulamentação da Profissão Itacir Amauri Flores e ao Presidente da central Única Federal dos Detetives Denilson Augusto de Souza.
A sessão foi realizada na Câmara de Vereadores de Mogi Guaçu/SP, no Plenário Ulysses Guimarães, e presidida pelo presidente do conselho André Luís e secretariada por Elielson E. da Silva.
Outras personalidades foram agraciadas com medalhas.
________________________________________________________________________

VEJA NOSSAS PÁGINAS NO FACEBOOK
CLIQUE NAS LOGOMARCAS




domingo, 22 de novembro de 2015

O DEVER DO ESTADO BRASILEIRO EM REGULAMENTAR A PROFISSÃO DETETIVE PROFISSIONAL. E COM URGÊNCIA.

Itacir Amauri Flores

Artigo: Itacir Amauri Flores

Há décadas a categoria de Detetive Profissional no Brasil busca sua regulamentação, para ser reconhecida como profissão pelo Estado Democrático de Direito.

Com dificuldades estruturais, alguns líderes não conseguiam ver seus intentos conquistados e o poder estatal em deixa-la livre a mercê das necessidades da sociedade.

Cursos livres com embasamento legal proliferam Brasil a fora fornecendo em poucas horas um diploma e uma carteira funcional, além de outorgarem o direito ao trabalho como Detetive Profissional. São milhares jogados à sociedade sem controle, sem conhecimento e principalmente sem o olho estatal que deve regrar as profissões em especial as que transitam nas áreas da saúde, educação e segurança.

Como a investigação privada paira na área da segurança pelo seu véu investigativo previsto no CBO – Código Brasileiro de Ocupações deve sim o Estado brasileiro dar condições urgentemente para que a categoria possa trabalhar sem ser molestada por autoridades que ainda não a reconhecem ou trazem do passado o desprezo pela profissão de Detetive Particular. Diariamente temos casos de policiais que abordam os profissionais de investigação privada como se marginais fossem, como se fossem a rapa social e lhes jogam ao limbo da sociedade com ameaças de que não são nada no contexto profissional brasileiro. Sua identificação nada vale, a não ser para motivo de gozação e desprezo pelos agentes fiscalizadores do estado que deveria amparar os Detetives Profissionais.

Em 2010 foi formada a Comissão Pró Regulamentação da profissão de detetive particular para sugerir, estruturar e acompanhar a sua legalização.

De 2011 a 2014 tramitou o PL – Projeto de Lei 1211/11, de autoria do deputado federal Ronaldo Nogueira PTB/RS, na Câmara Federal, sendo aprovado em caráter terminativo e encaminhado ao Senado Federal, onde foi distribuído para a CAS – Comissão de Assuntos Sociais, sob a presidência do senador Edison Lobão PMDB/MA, que indicou a relatoria ao senador Humberto Costa PT/PE.

A Comissão caminhou incansavelmente junto ao Congresso Nacional partilhando com deputados e autoridades do Ministério da Justiça, Ministério da Educação e Ministério do Trabalho mostrando a importância do sonhado pleito da categoria que busca fazer parte do rol de profissões do Brasil e ser fiscalizada pelo estado brasileiro.

Em 2015, por diversas vezes, estivemos pautando o assunto no Senado Federal, onde distribuímos aos 81 senadores documentos que afirmam nossa real intenção e que instigam a aprovação imediata do PLC 106/14 – Projeto de Lei da Câmara.

O relator do PLC 106/14, senador Humberto Costa, em reunião com a Comissão, reafirmou seu apoio total ao projeto, inclusive já tendo pedido em caráter de urgência sua votação pelo plenário do Senado Federal, após a leitura do pedido protocolado na Mesa Diretora do Senado.

Ainda na semana que passou tomamos conhecimento do relatório feito por técnicos que ajustaram o PLC 106/14, para ser posto em votação na CAS.

Lembro-me das palavras do senador Humberto Costa em nossa primeira reunião sobre o assunto. Disse ele: “O Estado entende que as profissões devem ser livres, mas o Estado entende também que algumas profissões devem ter o seu controle fiscalizatório e no caso do detetive Particular o Estado deve pautar sua ingerência estatal para que não tenhamos profissionais que criem problemas para a sociedade. Desta forma apoiarei o intento dos Detetives Particulares do Brasil e farei de tudo para que o PLC 106/14 seja votado ainda no ano de 2015”.

Hoje estamos a um passo da votação. Esta semana pode ser votado pelo plenário do Senado Federal, se não for será ainda neste ano.

Os Detetives Particulares serão libertos para o aperfeiçoamento e desenvolvimento profissional com a batuta do estado, e que com isso lhes dará a credibilidade na sociedade e o respeito das autoridades que ainda não entenderam que a profissão existe e que faz parte do contexto social brasileiro.

Avante Detetives Profissionais. Melhores dias estão por vir!

“QUE DEUS ABENÇOE OS DETETIVES DO BRASIL”



segunda-feira, 2 de novembro de 2015

MARANHÃO: Detetives se reúnem com Chiquinho Escórcio para debater a regulamentação da profissão de Detetive Particular.

 Socorro Amaral, Márcia Melo, Solange Palhano, Chiquinho Escórcio, Jefferson Melo, Alan Ramalho e Anna Lopes.

 Solange Palhano, Sopcorro Amaral, Anna Lopes, Márcia Melo e Alan Ramalho

 Grupo de Detetives Particulares com o ex senador Chiquinho Escórcio (D) do Maranhão

Detetive Solange Palhano, ex-senador Chiquinho Escórcio e Detetive Jefferson Mello


O feriadão foi movimentado em São Luiz do Maranhão onde houve a reunião entre os detetives que compõe a Comissão Nacional Pró Regulamentação da Profissão no estado e o o ex-senador Chiquinho Escórcio e seu assessor Alan Ramalho. O assunto tratado foi a regulamentação da profissão que está prestes a ser votada no Senado Federal. "Ainda este ano teremos a profissão regulamentada afirmou Chiquinho aos detetives maranhenses".

A PLC 106/14, que tem como relator o senador pernambucano Humberto Costa será o marco inicial para mudar os conceitos, estrutura e organização da categoria.

Participaram da reunião Detetives Socorro Amaral, Márcia Melo, Solange Palhano, Jefferson Melo e Anna Lopes, além de Chiquinho Escórcio e Alan Ramalho.

A presidência da Comissão Nacional parabeniza aos colegas pela iniciativa e agradece o ex-senador Chiquinho Escórcio e seu Assessor Alan Ramalho pelo apoio que sempre deram a profissão.

terça-feira, 27 de outubro de 2015

BRASÍLIA: Detetives se reúnem para discutir a profissão no Brasil.

Na reunião compareceram diversos detetives dentre eles: Da esquerda para a direita na foto: Teles, Arnold, 
Barros, Cirlandio, Miranda, leandro, Gilberto, Noronha, Morais, Keila e Cristina 

Ata da reunião

Detetives do Distrito Federal - Brasília, se reuniram para discutir a regulamentação da profissão de Detetive Profissional que está prestes a ser votada no Senado Federal.
A Comissão Detetives do Brasil​ sente-se orgulhosa de ter em nossa luta colegas que dedicam suas horas de lazer para ampliar o conhecimento sobre a profissão.
Parabéns ao nosso Guerreiro Detetive Arnold.

Na reunião compareceram diversos detetives dentre eles: Da esquerda para a direita na foto: Teles, Arnold, Barros, Cirlandio, Miranda, leandro, Gilberto, Noronha, Morais, Keila e Cristina.

sábado, 17 de outubro de 2015

Itacir Flores - Presidente da Comissão Nacional Pró Regulamentação da Profissão de Detetive Privado no Brasil será homenageado pelo Conselho dos Detetives Particulares do Estado de São Paulo.

Convite do Conselho dos Detetives Particulares do Estado de São Paulo

 Itacir Flores - Presidente da Comissão Nacional Pró Regulamentação da Profissão de Detetive Privado no Brasil.

André Luís presidente do Conselho dos Detetives Particulares do Estado de São Paulo


Itacir Flores - Presidente da Comissão Nacional Pró Regulamentação da Profissão de Detetive Privado no Brasil com 
o colega André Luís presidente do Conselho dos Detetives Particulares do Estado de São Paulo.













A Diretoria do Conselho dos Detetives Particulares do Estado de São Paulo, organização associativa que em julho deste ano completou o seu 16º aniversário de fundação, voltará no próximo dia 27 de novembro a se reunir nas dependências da Câmara Municipal de Mogi Guaçu (SP), das 14 às 17 horas, para uma sessão deliberativa ordinária, onde serão apreciados assuntos comuns afetos a competência dos dirigentes eleitos e que no segundo semestre de 2016 encerram o mandato de 3 anos.

Na parte final dos trabalhos, apreciada toda matéria do expediente sujeita ou não a discussão e votação, o Presidente do CDP/SP, detetive André Luis, como programado com o Diretor de Relações Institucionais, detetive Milton Silveira, irá dirigir a entrega de homenagens aos ilustres colegas Denison Augusto de Souza e Itacir Amauri Flores. O primeiro, conhecido como Detetive Augusto, será homenageado por sua atuação de destaque a frente da Central Única Federal dos Detetives, instituição com tradição na formação profissionalizante de novos detetives e que foi fundada por seu pai Evódio Eloísio de Souza, um dos pioneiros da profissão na cidade de São Paulo. O segundo homenageado, respeitosamente chamado de Dr. Itacir, receberá a deferência por sua valiosa contribuição na sustentação da bandeira da instituição de marco regulatório para a profissão no Brasil, destacando-se como grande baluarte da aliança de militantes de quase todos os estados brasileiros denominada Comissão Nacional Pró Regulamentação que defende desde a origem a propositura que se vê materializada no PLC 106/2014 no Senado Federal.''

quarta-feira, 14 de outubro de 2015

FÁBIO LACERDA RECEBE CERTIFICAÇÃO INTERNACIONAL


Certificado de Apreciação conferido pela Presidente da Russian Rigas Detective Agency (Letónia) Olga B. Zelika. Especialmente para o detetive e jornalista do Brasil, Fábio Lacerda!!
Parabenizamos o colega Fábio Lacerda por mais este reconhecimento que tanto
engrandece a categoria dos Detetives do Brasil


Em Russo:

Сертификат благодарности от президента

Рижского Детективного Агентства (Латвия) Ольги Зелик

специально для детектива и журналиста из Бразилии Фабио Лацерда

quinta-feira, 17 de setembro de 2015

sábado, 12 de setembro de 2015

Detetive André Luís da Silva presidente do CDSP coloca em ata de reunião de sua diretoria agradecimentos aos propulsores da Lei da Regulamentação da Profissão de Detetives Privados no Brasil

 Ata original da Reunião Ordinária da Diretoria

  Ata original da Reunião Ordinária da Diretoria salientando o exposto no texto.

Senador Humberto Costa (PT/PE) Relator da PLC 106 na CAS do Senado Federal

 Deputado Federal Ronaldo Nogueira autor do PL 1211/11 na Câmara Federal

 Itacir Amauri Flores - Presidente da Comissão Nacional Pró Regulamentação

 Detetive André Luís da Silva - Presidente CDPESP


Recebi do Detetive de São Paulo André Luis da Silva, presidente do Conselho dos Detetives Particulares do Estado de São Paulo e publico cópia da ata da reunião ordinária da diretoria realizada em 20 de agosto de 2015, às 19 horas, que dentre outros assuntos tratados dá uma deferência especial aos propulsores do Projeto que tramita no Congresso Nacional que visa regulamentar a profissão de Detetive Particular no Brasil. Dentre os mencionados estão o Senador Humberto Costa (PT/PE), relator da PLC 106/14 no Senado Federal, o Deputado Federal Ronaldo Nogueira (PTB/RS) autor do PLC 1211/11 que deu origem a PLC 106/14 e o presidente nacional da Comissão Pró Regulamentação da Profissão Itacir Amauri Flores.
Desta iniciativa do detetive André Luis estou publicando a ata para que fique nos anais da história da Comissão e da categoria.
Atenciosamente.
Comissão Nacional Pró Regulamentação.

quinta-feira, 10 de setembro de 2015

REGULAMENTAÇÃO DA PROFISSÃO DE DETETIVE PARTICULAR NO BRASIL: MOMENTO DE MUITA CAUTELA E ESTRATÉGIA.


Amigos DETETIVES DO BRASIL.

Estamos a um passo da aprovação da PLC 106/14 pelo Senado Federal, que regulamentará a profissão de Detetive Privado no Brasil..
Peço aos Detetives Profissionais que neste momento tão sublime e especial busquem a união entre os profissionais da área.
Creio e entendo que não é momento para discussão fora do contexto do PLC.
Depois de aprovado, ainda tem o tramite legal até ser sancionado pelo Presidência da República.
Portanto posições contrárias e radicais sobre possibilidades outras dentro da profissão devem ser discutidas após a publicação da lei em Diário Oficial da União.
Eu sei o quanto é salutar ampliar o leque de direitos e deveres, porem sou consciente de que a hora chegará e discutiremos mais profundamente nossos destinos.


Avante categoria de guerreiros!!!
Em qualquer jogo devemos ter estratégia!!!


QUE DEUS ABENÇOE OS DETETIVES PRIVADOS DO BRASIL.


Atenciosamente.
Itacir Flores
Presidente da Comissão pró regulamentação

quarta-feira, 26 de agosto de 2015

Senador Humberto Costa recebe representantes da Comissão Nacional logo após a aprovação na CAS do PLC 106/14

 Representante da Comissão Nacional Detetive Edison Arnold e senador Humberto Costa

 Gilberto Ramalho, Garcia Araújo, Edison Arnold, senador Humberto Costa, Ricardo Santos e Willian Braga.

Gilberto Ramalho, Garcia Araújo, Edison Arnold, senador Humberto Costa, Keila Nunes e Willian Braga

Hoje solicitei ao Detetive Edison Arnold para representar a Comissão Nacional Pró Regulamentação da Profissão de Detetive Particular no Brasil, na 22ª sessão extraordinária da CAS - Comissão de Assuntos Sociais do Senado Federal, que votou e aprovou o relatório do senador Humberto Costa referente a PLC 106/14 que regulamenta a profissão de Detetive Profissional no Brasil.
Em nome dos Detetives brasileiros agradeço ao detetive Edison Arnold por ter junto com outros colegas cumprido esta missão.

Itacir Flores
Presidente.

Henrique Vargas 
Vice presidente

Fabiana Lemos
Secretária Geral

CAS - Comissão de Assuntos Sociais do Senado Federal aprova regulamentação da profissão de Detetive Profissional no Brasil

 Henrique Vargas, Itacir Flores, Senador Humberto Costa e Luís Gomes, no fundo outros integrandes da comissão


Senhores Detetives!!!
Mais um passo foi dado em nome da regulamentação da profissão de Detetive Particular no Brasil.
Reitero que estamos trabalhando contínua e estratégicamente para darmos os passos firmes e com objetivo.
Breve teremos a votação final da PLC 106/14 no Plenário do Senado Federal e subsequentemente o projeto vai para sanção da presidenta Dilma Rousseff.
QUE DEUS ABENÇOE OS DETETIVES DO BRASIL
Att.
Itacir Flores
Presidente da Comissão Detetives do Brasil


Veja LINK da CAS

terça-feira, 25 de agosto de 2015

Apoio a Regulamentação da profissão de Detetive Profissional no Brasil. Por Flavio A.F. Barros


Flavio A.F. Barros

À COMISSÃO PRÓ-REGULAMENTAÇÃO DA PROFISSÃO DE DETETIVE PARTICULAR.

Apoio a Regulamentação. Por Flavio A.F. Barros


Venho pelo presente parabenizar tal iniciativa em se regulamentar uma profissão tão necessária e às vezes mal recebida pela população e por grande parte das autoridades policiais.

Digo isso, pois atualmente sou Investigador de Polícia em São Paulo, mas antes de ingressar em tal carreira há 19 anos, já atuava como Detetive Particular, o que naturalmente me levou a minha atual carreira. Contudo, percebi nesses anos com o Detetive Particular é discriminado e não raro marginalizado. A meu ver isso se deve a inexistência da regulamentação sem a qual a proliferação de detetives mal preparados e mal intencionados aumente. Tais profissionais pela fala de preparo acabam por invadir o campo restrito à atividade investigativa policial e não raro acabam incorrendo no delito de usurpação de função pública. Sempre discordei da maneira como algumas ditas escolas afirmam que para ser Detetive “basta o gosto pela profissão e saber ler e escrever”. Talvez num passado não tão distante tal afirmativa fosse verdadeira, mas na atual realidade a especialização, proficiência e a necessidade de certificação e aprimoramento constante são requisitos mínimos para qualquer profissão, quanto mais para uma que envereda pelo campo do saber científico e jurídico.

Outra situação que denigre a imagem do profissional Detetive é a exposição que alguns meios de comunicação fazem da carreira, conduzindo quase sempre as matérias para um lado cômico, caricato ou sensacionalista. E mais triste é ver como alguns Detetives, seduzidos pelos holofotes se deixam levar por esse caminho, postura que os senhores em um recente programa de entrevistas não tiveram. Ao contrário permaneceram numa postura profissional defendendo a regulamentação e apresentando a carreira de maneira esclarecedora.

Assim, vejo no PLC 106/2014 uma forma de sanar tais problemas, com a criação de um conselho de classe que promova a fiscalização e a criação de curso com carga horária e grade curricular mínima, nos moldes dos cursos técnicos existentes o que enaltece a dignifica o Detetive Particular.

Vejo assim uma grande possibilidade de voltar a atuar na área.

Meus parabéns e continuem firmes nesse propósito.

Cordialmente,

Flavio A.F. Barros

segunda-feira, 24 de agosto de 2015

Dia 26 de agosto será votado na CAS - Comissão de Assuntos Sociais do Senado Federal o nosso PLC 106/14, que regulamenta a profissão de Detetive Profissional no Brasil


Caros amigos Detetives do Brasil.
Neste momento especial em que buscamos a regulamentação tão sonhada, quero dizer que devemos nos dar as mãos e agradecer uns aos outros pela parte que cada um fez.
Anuncio a todos que na próxima quarta feira (26/08) será votado na CAS - Comissão de Assuntos Sociais do Senado Federal o nosso PLC 106/14, que regulamenta a profissão de Detetive Profissional no Brasil, às 09:00 horas da manhã.
Continuamos trabalhando para fazer da profissão a melhor profissão do Brasil
QUE DEUS ABENÇOE OS DETETIVES DO BRASIL
Att.
Itacir Flores
Presidente da Comissão.

Veja o site do Senado Federal / CAS

quinta-feira, 20 de agosto de 2015

Senador Humberto Costa PT/PE protocola o relatório final da PLC 106/14 na CAS - Comissão de Assuntos Sociais do Senado Federal.

Detetives Profissionais do Brasil.

Conforme o ajustado ontem no gabinete do Senador Humberto Costa PT/PE, foi assinado e protocolado na CAS - Comissão de Assuntos Sociais do Senado Federal o relatório final da PLC 106/14 que regulamenta a profissão de Detetive Profissional do Brasil.

Atenciosamente.

Comissão Pró Regulamentação

Senador Humberto Costa recebe o presidente da Comissão Pró Regulamentação 
Itacir Flores no Senado Federal para tratativas sobre a PLC 106/14


Senador Humberto Costa protocola no dia de ontem 19 agosto 2015 o relatório final sobre a PLC 106/14, 
na CAS - Comissão de Assuntos Sociais do Senado Federal (folha 01)

Senador Humberto Costa protocola no dia de ontem 19 agosto 2015 o relatório final sobre a PLC 106/14, 
na CAS - Comissão de Assuntos Sociais do Senado Federal (folha 02)

CLIQUE AQUI e veja a tramitação da PLC 106/14

quarta-feira, 19 de agosto de 2015

SENADOR HUMBERTO COSTA ASSINA O RELATÓRIO DA PLC 106/14 QUE REGULAMENTA A PROFISSÃO DE DETETIVE PARTICULAR NO BRASIL

O senador Humberto Costa PT/PE assinou nesta quarta o relatório do Projeto de Lei da Câmara 106/14, pedindo pela aprovação na Comissão de Assuntos Sociais do Senado Federal.

O relatório deve ser aprovado pela CAS, que tem como presidente o senador Edison Lobão do PMDB/MA, que afirmou para o presidente da Comissão nacional pró regulamentação que no momento em que tivesse o relatório em mãos colocaria em votação imediatamente.

Caros Detetives Profissionais do Brasil, estamos chegando no nosso objetivo final que é colocar a categoria no ápice da profissões de nosso país.

Continuaremos a trabalhar juntos e unidos para que em breve o PLC 106/14 seja sancionado pela Presidenta Dilma Rousseff.

Ainda não foi publicado no site do Senado Federal recebemos em primeira mão.

CLIQUE AQUI e link com o PLC 106/14